Eleitor brasileiro tem preferência por candidaturas femininas, diz pesquisa

Foto: Jayme Campos/TSE


© Estadão

Uma pesquisa de opinião realizada pelo Instituto Update em parceria com o Datafolha identificou que os brasileiros estão mais inclinados a votar em um candidato a cargo eletivo apoiado por um líder comunitário (72%) ou de uma iniciativa de renovação política (59%) do que em alguém indicado por um político tradicional.

A pesquisa ainda revela um eleitorado mais suscetível ao voto feminino do que o esperado. Uma candidata mulher apoiada por um prefeito, por exemplo, tem preferência de voto de 51% do eleitorado, enquanto um homem apoiado por essa mesma figura tem 38%.

Além disso, os eleitores veem mulheres e pessoas negras como mais viáveis eleitoralmente: 44% dos entrevistados indicaram que uma mulher negra teria muita chance de ser eleita. O índice é de 34% quando o candidato é identificado como homem negro e de 31% quando a cor de pele não é revelada.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas. Desse total, 49% dos respondentes afirmam não confiar em partidos políticos, 47% dizem confiar pouco e apenas 4% confiam muito.

Os resultados serão combinados com dados oficiais do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e entrevistas realizadas com candidatos desta eleição para entender por que essas intenções de voto não chegam às urnas. O estudo completo será disponibilizado pelo Instituto Update em 2021.

- Publicidade -